Châteauneuf-du-Pape Vieux Télégraphe blanc 2021

Domaine du Vieux Télégraphe Châteauneuf-du-Pape 2020

• Em stock

D.O Châteauneuf-du-Pape

Grenache Syrah Monastrell Cinsault

77,55 € Com IVA
10077
Denominação
Châteauneuf-du-Pape
Adega
Domaine du Vieux Télégraphe
País
França
Volume
75.00
Graduação
14.0
Colheita
2020
Uva
Grenache Syrah Monastrell Cinsault

Recebê-lo em 48 - 72h na península

Pagamento seguro

Garantia de rastreabilidade

Descrição

Télégraphe Châteauneuf-du-Pape é um vinho tinto feito por Domaine du Vieux feito em Châteauneuf-du-Pape, no sul do Ródano, com uvas Grenache, Syrah e Mourvèdre

Proveniente de vinhas com idade média de 70 anos e enraizadas num planalto pedregoso no Crau, a sudeste da sua denominação, este vinho beneficia de um terroir único. As videiras, rodeadas por uma espessa camada de argila e seixos, dão carácter e profundidade às suas uvas.

A colheita manual meticulosa garante a seleção dos cachos mais ideais, seguida de esmagamento leve e desengace seletivo. Em seu processo produtivo, é escolhida uma fermentação tradicional que dura entre 30 a 40 dias em tanques de aço inox e madeira, cuidadosamente controlada em temperatura para extrair o melhor de cada variedade.

O envelhecimento, fundamental na evolução deste vinho, realiza-se durante 20 a 22 meses em barricas de carvalho francês hectolitro, onde o vinho adquire complexidade e estrutura, mantendo a sua elegância inata. Posteriormente, é engarrafado sem clarificação ou filtragem, mantendo assim toda a sua autenticidade e carácter. Sua evolução na garrafa promete alcançar equilíbrio e harmonia requintados ao longo do tempo. Recomendado para quem aprecia a paciência na apreciação do vinho, este Châteauneuf-Du-Pape requer de 3 a 4 anos de envelhecimento para revelar toda a sua grandeza, podendo proporcionar prazer por mais 15 a 20 anos, oferecendo uma experiência de degustação inesquecível ao longo de sua longevidade.

Notas de prova Châteauneuf-du-Pape Vieux Télégraphe

A degustação inicial revela uma profusão de frutas vermelhas muito maduras, beirando a geleia de morango, mais direta e evidente do que no Grand Vin. No paladar, exibe um equilíbrio entre vivacidade e veludo, onde a ligeira doçura característica de Grenache se manifesta perfeitamente, sem prejudicar a leveza do vinho. Tem comprimento sem ser excessivamente complexo, com um toque de pimenta, mas também arredondamento.

Avaliações

Comentários (0)